ACADEMIA DE JUDO DE

QUARTEIRA

JUNTA-TE A NÓS!

01.

Máxima eficácia do corpo e do espírito

O desenvolvimento das faculdades físicas potencia as faculdades intelectuais

02.

Prosperidade e benefícios mútuos

O Judo é uma filosofia de vida e um desporto de combate orientado para o desenvolvimento humano 

03.

Suavidade

O estudo continuado resulta numa utilização eficaz de recursos físicos e no aperfeiçoamento da técnica

Inscrições

Faz a tua inscrição no Clube e na Federação

Avançar

A origem do Judo

O Judo foi criado no Japão, em 1882, por Jigoro Kano, tendo sido baseado no jujutsu – uma arte marcial praticada pelos cavaleiros do Kamakura entre os séculos XII e XIV – e noutras artes marciais do Oriente, que o Mestre Jigoro Kano fundiu num só desporto. O desenvolvimento do Judo em Portugal tem algumas semelhanças com o início do Judo no Japão, na medida em que ambos passaram pelo jujutsu. Assim, os primeiros contactos com a modalidade, ainda sob a forma de jujutsu, datam do primeiro quarto deste século. A palavra Judo traduzida significa via da suavidade. O desporto consiste num combate corpo a corpo entre dois atletas com o objectivo de obter ippon: provocar a queda do adversário de costas no tatami ou forçá-lo a desitir por via de chave ou estrangulamento. Através de aplicações de técnicas específicas, os judocas tentam vencer a resistência do adversário em pé ou no solo. O Judo é uma modalidade actualmente bastante difundida no nosso país. Temos atletas de referência mundial como Nuno Delgado, Telma Monteiro ou Jorge Fonseca, que muito têm entusiasmado os jovens para a prática do desporto. A vestimenta utilizada nessa modalidade é o keikogi (kimono), que no Judo recebe o nome de judogi e que, com o cinturão, forma o equipamento necessário à sua prática. A teoria por detrás deste desporto consiste em utilizar a força e o peso do oponente contra ele próprio. Palavras ditas pelo Mestre Kano para definir a luta: "arte em que se usa ao máximo a força física e espiritual". A vitória, segundo o Mestre fundador, representa um fortalecimento espiritual.

CÓDIGO MORAL DO JUDO

A Cortesia, valor que se impõe desde o início no jovem judoca sob a forma de uma etiqueta simples, mas rigorosa, para que este compreenda as implicações das suas atitudes.
A Coragem dos heróis é aquela que é obtida através de feitos notáveis; no Judo a coragem é de outra ordem: o saber começar (sem objectivo), continuar (sem resultado) e nunca desistir (sem esperança).
A Sinceridade, saber ser verdadeiro, obriga a uma profunda auto-reflexão e à aceitação de si próprio. A sinceridade exprime-se no Judo, em combate, quando este é realizado com o espírito isolado do resultado.
O Auto-controlo, focar-se ao máximo nas suas potencialidades, sem entrar na excitação ou na apatia.
A Honra, dignidade moral em relação a si e aos outros.
A Modéstia, saber que se pode ganhar hoje e perder amanhã e que o ego pessoal deve ser controlado, para não quebrar a harmonia comum.
A Amizade significa que todas as horas de treino duro passadas em conjunto com os companheiros de treino e com os mestres, são uma demostração de cumplicidade e de um desenvolvimento saudável do indivíduo.
O Respeito pelos ensinamentos do Mestre fundador, pelo treinador, pelos parceiros de treino, pelo civismo em geral e pelo princípio fundamental da integridade física é a chave do sucesso do Judo e a prova do seu alto valor educativo.

Horários

Segunda-feira
17:00 - 18:00 - Ginásio
18:30 - 20:00 - Judo

Quarta-feita
17:00 - 18:00 - Ginásio
18:30 - 20:00 - Judo

Quinta-feira
17:00 - 18:00 - Natação

Sexta-feira
17:00 - 18:00 - Ginásio
18:30 - 20:00 - Judo

Sábado
10:00 - 11:30: BJJ


Academia de Judo de Quarteira
 
Local de treino:
Rua Padre Elísio Dias 
Pavilhão da Escola Laura Ayres 
8125-629 Quarteira 

E-mail: 
judoquarteira@sapo.pt 

Telefone: 
934492100